Meditação

bb665491f6efc8f6d48d23ac8f232ebc

“Meditar é simplesmente ir além da mente, além do funcionamento da mente, além de todas as barreiras da mente e entrar nesse silêncio, imóvel, inabalável – apenas uma consciência pura, uma chama em silêncio, uma grande alegria… mas nada a ver. Uma grande clareza de visão, um grande abertura… o céu é seu – mas nada se opõe à você, nada limita.Pela primeira vez,  você abre as suas portas para o vazio. Você está pura e simplesmente, totalmente centrado , sem sequer um pensamento passando pela cabeça. Então você está em meditação”.Osho, “A grande peregrinação”


“Todo o meu ensino é composto por duas palavras, meditação e amor. Medite para que você possa sentir imenso silêncio e amor para que sua vida possa se tornar uma canção, uma dança, uma celebração. Você terá que se mover entre os dois, e se você pode mover-se facilmente, se você pode mover-se sem nenhum esforço, você aprendeu a coisa mais importante na vida”.


“A menos que você desapareça totalmente, o real não pode surgir. Você é a barreira. E você é tanto, tão teimosamente muito, você está tão cheio de si mesmo que nada pode penetrar você. Suas portas estão fechadas. Quando você desaparece, quando você não está, as portas se abrem. Então você se torna assim como o vasto céu, infinito. E essa é a sua natureza. É Tao “. 

“Seja um nada. No momento em que você passa a acreditar que é alguém, você pára; então o amor não flui. O amor flui somente daquele que é um ninguém. O amor subsiste somente do nada. Quando você está vazio, há amor. Quando você está cheio de ego, o amor desaparece. O nada é a fonte de tudo, o nada é a fonte do infinito… nada é Deus. Nada significa Nirvana. Seja um nada – e sendo nada, você terá alcançado o todo. Sendo alguma coisa, você não vai alcançar; sendo nada, você chegará em casa”.


“Você tem que ir além da mente em um espaço onde nenhum pensamento jamais entrou, onde não há nenhum funcionamento da imaginação, onde nenhum sonho surge, onde você simplesmente é – apenas um ninguém”.


“Meditação significa mente sem pensamentos, não-mente, sem palavras. Eles foram todos deixados para trás; a pessoa entra em um silêncio imenso, infinito. Mas esse silêncio não está morto, é um silêncio que canta. Ele está pulsando, pulsando com a vida”.


“Isso é o que eu chamo de meditação. Você simplesmente fica à distância e só vê a mente desaparecer, como uma nuvem em um horizonte distante, deixando o céu limpo e puro. E nesse estado surge a sua consciência em toda a sua glória, em toda a sua celebração. “


“Seu êxtase é um movimento em direção à altura e sua meditação é um movimento em direção à profundidade. E uma vez que você tem ambos, sua vida se torna uma celebração”.


“Você existe no tempo, mas pertence à eternidade. Você é imortal, vivendo em um corpo mortal. Sua consciência não conhece a morte, nem nascimento, e você não está consciente de sua consciência. Essa é toda a arte da meditação; tornar-se consciente da própria consciência. “


“A meditação é como o mar, recebendo o rio sujo e ainda remanescente puro. Você não precisa ser purificado antes dele. Mas você virá purificado fora dele. A meditação é incondicional. Pureza não é um pré-requisito – mas uma consequência “.


“A meditação é uma rendição, não é uma exigência. Ele não está forçando a existência ser do seu jeito, é relaxante no caminho que existência quer que você seja. É um deixar ir. “


“Seja sem escolha, esteja em um estado de consciência sem escolha”.


“Quando a mente é descartada, e a meditação surgiu, então você vê o total. Então você vê o todo como isso é”.


“Mas meditação significa que não há nada, nenhum objeto, que sugere. Você está em estado de absoluta solidão. Você não tem nada que você possa se concentrar você – não um sutra, não um mantra, não um grande valor da vida, apenas um espaço puro ao seu redor. Então, você está em meditação”.


“A realidade do seu ser está dentro de você Você só precisa de um pouco de mente silenciosa – ele será refletido – você vai saber quem você é.”


“No momento em que você conhece seu centro, você conhece o centro de toda a existência. Na periferia estamos separados, mas nossa separação está apenas na circunferência. À medida que você se move para dentro de seu próprio ser, você está chegando cada vez mais perto do centro do ser das outras pessoas. Finalmente, quando você atinge o centro fica impressionado. Há uma extraordinária beleza e um incalculável silencio.”


“Por meditação quero dizer a capacidade de estar contente sozinho. Muito poucas pessoas são capazes de estarem felizes sem nenhuma razão específica – simplesmente sentado em silêncio e feliz!”


“O que é meditação certa e o que é errado na meditação? Se o praticante existe, então é meditação errada. Se o praticante está perdido na meditação, então é a meditação correta. Meditação correta traz a vacuidade e solidão”.


“A meditação correta é ser tão completamente sozinho que você é um com todos. Deixe-me explicar isso para você. Se você está vazio seus limites desaparecem. O vazio só pode ser infinito. O vazio não pode ter qualquer peso, o vazio não pode ter qualquer cor, o vazio não pode ter qualquer nome, o vazio não pode ter qualquer forma. Quando você está vazio, como você vai dividir-se dos outros? – Porquevocê não ter qualquer cor, você não ter qualquer nome, você não tem qualquer forma, você não tem nenhuma fronteira. Como você vai fazer quaisquer distinções? Quando você está vazio você é um com tudo. Você se dissolveu em existência, a existência se fundiu com você. Você não é mais uma ilha, você se tornou o vasto continente do Ser”. O S H O


“Eu amo Gautama, o Buda, porque ele representa para mim o núcleo essencial da religião. Ele não é o fundador do Budismo – O Budismo é um subproduto – mas ele é o novato de um tipo totalmente diferente de religião no mundo. Ele é o fundador de uma religião sem religião. Ele não tem religião, mas propunha religiosidade. E isso é uma grande mudança radical na história da consciência humana.
Antes de Buddha havia religiões, mas nunca uma religiosidade pura. O homem ainda não era maduro. Com Buddha, a humanidade entra em uma idade madura. Todos os seres humanos ainda não entraram em que, é verdade, mas Buda anunciava o caminho; Buddha abriu o portão sem portal. É preciso tempo para os seres humanos entender uma mensagem tão profunda. A mensagem de Buda é a mais profundo que nunca. Ninguém fez o trabalho que
Buda fez, do jeito que ele fez. Ninguém mais representa fragrância pura”.

The Diamond Sutra


” Meditação é sentar-se sem fazer nada. Se você começar a fazer alguma coisa, estará movendo-se para fora de seu centro. Quando não estiver fazendo absolutamente nada, seja física ou mentalmente, quando você estiver apenas sendo, isto é meditação. Não é possível fazê-la, não é possível praticá-la. É preciso apenas compreendê-la.


Sempre que você conseguir, pare todo o resto e encontre tempo para apenas ser. Após ter experimentado esse estado de tranqüilidade, aos poucos você começará a fazer coisas, mantendo-se alerta para que seu ser não seja perturbado. Isso não significa que você tenha que fugir da vida: você se torna o centro do ciclone. Sua vida continua e, na verdade, torna-se mais cheia de alegria, com mais visão e criatividade. Ainda assim, você está nas nuvens, um observador nas montanhas, apenas vendo o que ocorre a seu redor.
Meditação não é ciência, não é arte, não é trabalho – é jeito. Brinque um pouco com a idéia de que não está fazendo nada. Um dia você se surpreenderá: ela terá acontecido. Basta esperar o momento certo.
Dizem que devemos agarrar as oportunidades.
Pois eu digo o contrário: continue aberto à meditação e, quando o momento chegar, quando você estiver realmente relaxado e aberto, a meditação irá agarrá-lo. E depois disso não o deixará mais.”


Esperar é a meditação – esperando com plena consciência. E então ela vem, descendo sobre você, o rodeia , ela se lança ao seu redor, ela dança ao seu redor, ela limpa -o , purifica -o , transforma -o. 


MEDITE NO ESPAÇO VAZIO DENTRO DE VOCÊ

– Entre no espaço sem suporte, eterno, quieto.Três qualidades de espaço foram dadas nesta técnica.
Sem suporte: não pode haver nenhum suporte no espaço.
Eterno: ele nunca pode terminar.
Quieto: ele será sem som, ele será silencioso. Entre nesse espaço, ele está dentro de você.
A mente resiste ao vazio. Ela sempre quer estar preenchida com alguma coisa, porque se ela estiver preenchida, ela pode existir. Se ela não estiver preenchida, ela desaparecerá. No vazio você alcançará a não-mente. É por isso que a mente pede por suporte.Se você quiser entrar no espaço interior, não peça por suporte. Abandone todos os suportes, mantras, deuses, escrituras, tudo que dê a você um apoio. Se você sentir que você tem um suporte, um apoio, abandone-o e simplesmente vá para dentro, sem suporte. Isso lhe trará medo, você ficará assustado.Entre no espaço sem suporte, eterno, quieto. Esse espaço não tem começo nem fim. E esse espaço é absolutamente sem som. Não há nada, nem mesmo um som vibrando, nem mesmo um sussurro. Tudo está quieto.Esse ponto está exatamente dentro de você. A qualquer momento você pode entrar nele. Se você tiver a coragem de estar sem suporte, neste exato momento você pode entrar nele.
A porta está aberta. O convite é para todos, para todos e para qualquer um. Mas é necessário coragem, coragem para estar só, coragem para estar vazio, coragem para dissolver-se e derramar-se, coragem para morrer. E se você puder morrer dentro do seu espaço interior, você irá alcançar a vida que nunca morre, você alcançará o amrit, a imortalidade.

Osho – Vigyan Bhairav Tantra


Meditação nunca é orientada para um objetivo.
Você apenas medita, isto é tudo.
Tudo acontece, mas não é um resultado.
Se você estiver buscando um resultado, nada ocorrerá;
A meditação será inútil.
Quando você busca um resultado, é a mente.
Quando você não busca um resultado, é meditação.

– Osho –


“Apenas siga com o vento sem nenhum desejo, sem nenhum objetivo, sem nenhum lugar para chegar; a nuvem só aprecia a jornada.

A meditação faz de você uma nuvem – de consciência. Não existe mais objetivo.

Nunca pergunte a quem medita: Por que você está meditando? porque é a resposta irrelevante. A meditação é ela própria, o objetivo e ao mesmo tempo, o caminho.(…)”


“Meditar é estar consciente sem a mente – um céu aberto sem qualquer muro ao redor.

Quando você está com raiva, existem duas possibilidades: a raiva pode ser uma memória do corpo ou da mente.

Se sua raiva tiver um valor de sobrevivência, se você não puder sobreviver sem ela, então é uma função do corpo. Mas, se sua raiva não tiver nenhum valor de sobrevivência, então será apenas um hábito da mente, apenas uma repetição mecânica da mente.

Esteja ALERTA para isso!

Quando não há nenhuma mente me sua raiva, não há nenhum arrependimento posterior.

A memória só pode desejar para o futuro o que ela conheceu.  A memória está sempre tramando um padrão para o futuro, e, se você permitir que ela faça isso, nunca estará livre.

Esse padrão é o muro que circunda o vazio da consciência. A memória está apenas colaborando para que seu futuro seja exatamente igual ao passado.

NÃO CAIA NA ARMADILHA!

Começar a prestar atenção a isso é meditar. E, uma vez que você está atento – intensamente consciente – a memória pára de tramar o futuro pra você.

A todo o momento, o passado será jogado fora. Essa transcendência da mente, do passado, torna-o aberto por todos os lados. Você sente a graça envolvendo-o por todos os lados. Você pode ir a qualquer lugar. A partir desse momento, não haverá lugar, onde o divino não esteja.

Quando a mente estiver trabalhando, fique de lado e observe como ela trabalha. Não interfira.

Comece transformando sua mente agressiva. Seja receptivo, aberto.

Quando você não está recebendo a graça divina, não é uma falta por parte do divino. Há algum tipo de barreira em seu interior. Você não está receptivo, não está aberto.

O fluido da graça está sempre vindo, mas nossas portas estão fechadas.

A mente não pode pensar em ser receptiva. A mente conheceu apenas uma coisa a respeito da qual não foi capaz de fazer nada: a morte. A mente teve de ser receptiva para a morte. Se lhe digo para ser receptivo, a mente dirá que se você for receptivo, morrerá.

A mente não pode amar, porque amar significa ser receptivo. Até mesmo no amor, somos agressivos.

É impossível amar apenas um indivíduo em particular, porque não se pode estar aberto para um indivíduo e fechado para tudo. Se eu disser que amo só a você será exatamente como dizer que só respiro quando você está a meu lado, que se você não está a meu lado, eu não respiro.

É por isso que, cedo ou tarde, um amante descobrirá que o amor do outro está morrendo.

A pessoa tem de estar amando e não ser um amante. Tem de ser amorosa! Esse amor deve ser um florescimento interno, não um perfume que vem de fora.

A graça não é sentida porque a barreira está sempre presente. Uma vez que a barreira não mais existe, nada existe exceto Deus. Nada é deixado para que o ego se estabeleça.

Deus está sempre distribuindo suas bênçãos.

Fique aberto e as conhecerá”.


 

“Meditação é o remédio. É o único remédio. Assim esqueça-se de tudo sobre os seus problemas; e simplesmente mova-se para dentro da meditação”.

Osho


Meditação é o caminho mais curto possível
porque você não vai a lugar nenhum;
você simplesmente fecha seus olhos
e mergulha dentro do seu próprio ser —
onde você já está.

– Osho –


Não digo que a meditação resolverá os problemas da vida. Simplesmente digo que, se você estiver num estado meditativo, os problemas desaparecerão – não serão “solucionados”. Não há necessidade de solucionar o que não existe. Eles são criados pela mente tensa.

Osho


Você também é uma manifestação da divindade. Não existe um Deus como pessoa em algum lugar. Deus está espalhado em todos os lugares, nas árvores, nas montanhas, nos rios, nos pássaros, nos homens, nas pedras.
Meditar é uma forma de encontrar a divindade em seu próprio ser.

Osho


Anúncios